• Interschool Brasil

Respeito

Falar de respeito é falar de limites, de tolerância e de educação. Respeitar, segundo o Aurélio, é considerar alguém ou algo.

O respeito está relacionado à estima ou consideração que se tem por algo ou alguém, pode ser outrem ou si mesmo. Quando cultivado, o respeito propicia e favorece saúde emocional e as relações intra e interpessoais.


A atenção, a consideração e a gentileza são valores e atitudes intrínsecas ao respeito e

geralmente acontece naturalmente, à medida que carinho e apreço são despertados, advindos do reconhecimento moral ou profissional, por exemplo.


Respeitar uma pessoa, além da demonstração de carinho, consiste em compreender para ser compreendido (um dos lemas da nossa Escola), pois o autoconhecimento e compreensão, nos faz sermos mais generosos, tolerantes com as diferenças, não preconceituosos e pacientes com as dificuldades dos outros. Sabendo que, assim como somos falhos, limitados e precisamos de ser perdoados, assim também o outro tem as mesmas limitações e dificuldades, quer sejam de ordem emocional / profissional / familiar / cognitiva etc.


Afinal, o respeito não deve existir apenas a alguém que compartilha dos mesmos interesses que você. Somos pessoas diferentes, com gostos, pensamentos, ideologias, sentimentos, criação, crenças, conceitos e atitudes diferentes e isso deve ser motivo de troca, enriquecimento e acolhimento e não de desavenças, conflitos, repulsa e afastamento.


O respeito deve ocorrer a todos os seres, de modo a permitir que se sintam livres, confortáveis, seguros e felizes diante de suas características, crenças, necessidades e escolhas.


A empatia, além de ser importante para a responsabilidade, como já vimos, é também essencial para exercermos respeito. Quando nos colocamos no lugar do outro, conseguimos ter mais clareza do que o outro sente, pensa e de suas reais intenções. Muitas vezes julgamos pessoas e quando o fazemos corremos o risco de sermos injustos e demasiadamente tiranos nos conceitos. Julgamento gera desrespeito, limita às relações interpessoais e nos impede de exercermos a empatia e, consequentemente, descobrirmos a essência maravilhosa que cada ser humano tem.


Respeito está ligado a necessidade de pertencimento, aceitação e segurança e só é possível praticá-lo quando a pessoa que o pratica exerce essa prática, primeiramente, consigo mesma. É cada vez mais reincidente casos de pessoas que não respeitam seus limites, que possuem autoestima baixa, com atitudes de auto desvalorização. Tudo começa em nós. Consideramos o próximo até a mesma medida que consideramos a nós mesmos.


É importante termos a habilidade de escuta;

procure ouvir o que o outro tem a dizer, sem interrompê-lo, e deixe-o tomar as suas próprias decisões.


Não interfira e não tente impor as suas opiniões e predileções. Por mais que o seu posicionamento seja discordante, você deve admitir o direito de expressão e manifestação do próximo. Se precisar se colocar, então que seja de forma gentil e transparente.


Respeitar alguém não implica que você possa aceitar ser maltratado e não dizer nada. Há limites a serem preservados e podemos, com clareza, coerência, objetividade e cordialidade elucidá-los diante do outro.


Respeitar não implica em dizer sim pra tudo e todos. Quando algo não lhe agrada e quando você não se sente confortável em fazer, não há problema algum em negar ao outro algum favor ou pedido.


Enfim, respeitar é um ato de educação que envolve amor e consideração.

INTERSCHOOL BRASIL

Rua 32, 20 - Setor Marista

Goiânia - Goiás - Brazil

  • iconfinder_whatsapp_115679
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube

INTERSCHOOL LEADS