NEWSLETTER
FALE CONOSCO

Temos o maior prazer em atendê-lo.

 

  • Telefone: +55 (62) 3241-8600

 

SIGA-NOS

Estamos nas Redes Sociais

  • Facebook App Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
Aplicativo ISB
Interschool Brasil
Interschool Brasil

Inteligência emocional nas instituições de ensino: QUAL A IMPORTÂNCIA?

Entender e lidar melhor com as emoções é uma das principais ferramentas para o exercício da compreensão e criação integral do indivíduo desde cedo.

_

 

Nos últimos anos, a psicologia infantil vem comprovando através de inúmeros estudos que as crianças que possuem as habilidades de identificar e controlar suas emoções demonstram em seus perfis escolares mais atenção durante as aulas e dedicam um esforço maior nas tarefas, além de apresentarem níveis mais baixos de estresse.

 

Canalizar as emoções de acordo com as situações adequadas, regular impulsos, mediar conflitos, praticar o hábito da gratidão e motivar as pessoas são algumas dessas habilidades aplicadas no método de ensino da InterSchool Brasil em Goiânia, escola de ensino bilíngue, e fazem parte do conceito chamado Inteligência Emocional, criado pelo psicólogo americano e jornalista científico Daniel Goleman em 1996 com o lançamento do livro homônimo.

 

Afinal, o que diz esse conceito de Inteligência Emocional?

 

Antes de tudo, é importante dizer que esse conceito não é mensurado na inteligência em si, mas sim na sua otimização através da educação das emoções. Na realidade, a educação da inteligência emocional trata-se de um compilado de capacidades que vão contribuir para a formação de um repertório de ferramentas para identificar, compreender e lidar com sentimentos e emoções de forma construtiva.

 

O desenvolvimento dessas habilidades tem um papel fundamental na formação dos indivíduos que, aprendendo desde cedo, estimulam uma maior capacidade de socialização e fazem toda diferença na construção de uma vida mais equilibrada e feliz. Coisa boa, não é mesmo?

 

As 5 habilidades da Inteligência Emocional:

 

Para Daniel Goleman, a inteligência emocional é a capacidade de identificar nossos próprios sentimentos e o dos outros, e gerir bem as emoções dentro de cada um de nós e também em nossos relacionamentos, sejam eles afetivos, familiares ou profissionais. Pensando nisso, ele dividiu seu objeto de estudo em 5 Habilidades.

 

A primeira habilidade que vamos falar aqui é o Autoconhecimento emocional. Segundo o Goleman, as pessoas que possuem essa habilidade são os melhores pilotos das suas vidas, por conseguirem reconhecer as próprias emoções e sentimentos.

 

Outra habilidade se trata dos Relacionamentos Interpessoais. O relacionamento interpessoal é a habilidade de interagir com outras pessoas, especialmente através do ensino bilíngue como o método de ensino utilizado aqui na InterSchool Brasil de Goiânia, além do desenvolvimento de diferentes competências sociais.

 

 

Automotivação também faz parte do conjunto de habilidades identificado por Goleman. Ela é a capacidade de dirigirmos nossas emoções a serviço de um objetivo e a concentração para concretizar uma realização pessoal, sem nos deixarmos levar pela ansiedade ou aborrecimentos externos.

 

A quarta habilidade é a Empatia, ou o reconhecimento das emoções em outras pessoas. Ela é responsável por desenvolvermos as capacidades de saber ouvir e saber se colocar no lugar do outro, e também faz parte do conjunto de Habilidades Socioemocionais que falamos nesse post aqui.

 

Para completar o quadro criado por Goleman, a quinta habilidade diz respeito ao Controle emocional, responsável por sabermos como lidar com nossos próprios sentimentos e adequá-los a cada situação que vivemos. Um bom exemplo de exercitar essa habilidade é quando escolhemos pensar de forma otimista diante de um problema ou quando estamos tristes.

 

Agora, se até para os adultos essa não é uma tarefa fácil, como podemos aplicar métodos capazes de ajudar no desenvolvimento dessas habilidades em uma criança que ainda está na fase inicial de formação e conhecimento do mundo seu redor?

 

Pois bem, a InterSchool Brasil de Goiânia cultiva uma postura educacional com diversas estratégias didáticas e processos de integração viabilizados através do ensino bilíngue para desenvolver essa gama de habilidades e competências. Vamos falar um pouco sobre algumas dessas ferramentas?

 

Ferramentas para o desenvolvimento da Inteligência Emocional para crianças:

 

Como falamos, o papel do sistema de ensino já deixou de ser há muito tempo o de apenas repassar os conteúdos didáticos básicos. Hoje, é fundamental que as instituições sejam parte ativa na formação das próximas gerações com habilidades de autopercepção e cidadania, junto com pais e familiares. Algumas formas de alcançar esses feitos é desenvolver atividades que estimulem reflexão, práticas de autogestão emocional e dinâmicas vivenciais, por exemplo.

 

Abaixo, listamos mais alguns exemplos de ferramentas didáticas nesse sentido. Vamos aprender um pouco sobre elas?

 

1. Incentivo a comunicação:

O educador é um motivador exponencial com a oportunidade de educar emocionalmente e ressignificar atitudes que pode ser alcançada inicialmente através de uma conversa informal sobre as vivências de cada um, dando ênfase às reações de cada emoção presente no cotidiano dos alunos e o que elas desencadeiam.

 

2. Atividades de movimento:

As crianças precisam trocar emoções e experiências com outras crianças e atividades que estimulem o movimento e contato com outras vivências, além de tecnologias distintas, ensino bilíngue, esportes e expressões artísticas são alguns exemplos de métodos aplicados na Interschool de Goiânia e comprovadamente eficazes no desenvolvimento de inteligências múltiplas.

 

3. Identidade e autonomia:

Cada indivíduo tem sua própria personalidade e a identificação do perfil de cada criança é um dos grandes diferenciais durante os primeiros estágios da formação infantil, o que está diretamente ligado ao desenvolvimento da autonomia: afinal, a criança logo entende que determinadas atividades são suas responsabilidades e também adquire a percepção de e respeito e de que outras crianças, assim como ela, têm suas próprias personalidades.

 

4. Resiliência a frustrações:

Desenvolver a capacidade de encarar as decepções, superá-las e seguir em frente para a realização dos seus objetivos permite que o educador contribua para a formação de um indivíduo engajado, protagonista da própria vida e consciente da vivência coletiva como um espaço seguro.

 

E qual é a importância da Inteligência Emocional no futuro das próximas gerações?

 

O desenvolvimento e educação da inteligência emocional durante a formação infantil é um trabalho de construção permanente que amplia a clareza mental e potencializa a capacidade de aprendizado. Ela permite que cada criança entenda e desafie os limites dos seus estudos, além de adquirir a habilidade de ultrapassar os obstáculos que encontra não só para aprender o conteúdo, mas também para se relacionar em sociedade.

 

Outro fator importante é que, com os aspectos cognitivos e a capacidade de aprendizado potencializada, os alunos apresentam um desenvolvimento cada vez mais visível de todas as suas competências dentro e fora da sala de aula.

 

Nesse sentido, a pedagogia sociointeracionista, adotada pela InterSchool Brasil de Goiânia, escola bilingue de Goiânia, cultiva a construção do conhecimento com base total na interação com o meio social e dentro do processo de integração desenvolvido pelo ensino bilíngue, tecnologia, desenvolvimento artístico, entre outras ferramentas didáticas responsáveis por desenvolver um leque de habilidades e valores para o futuro dessa nova geração.

 

Agora, quando o assunto é formação e capacitação para uma geração de indivíduos plenos em suas habilidades, forças e interesses, a gente bem que poderia ficar aqui horas falando. Se você gostou dessa conversa e quer saber um pouco mais, que tal conhecer um pouco mais sobre esse nosso universo?

 

Te esperamos para uma visita à InterSchool Brasil de Goiânia.

Nos vemos logo!

Please reload

Destaques

Inteligência emocional nas instituições de ensino: QUAL A IMPORTÂNCIA?

September 30, 2019

1/9
Please reload

Artigos Recentes

February 5, 2019

May 28, 2018